quinta-feira, 19 de maio de 2011

Liga Europa - Final (FCP 1 - SCB 0) - Rescaldo

Já vencemos, já vencemos….já vencemos outra vez. O Porto já ganhou a Taça, como em 2003.


18 de Maio de 2011….mais uma data para gravar a letras de ouro na já extensa e honrosa história deste magnífico F.C.Porto.

www.maisfutebol.iol.pt

www.maisfutebol.iol.pt

O F.C.Porto foi, por todo o seu percurso, um justíssimo e incontestado vencedor desta Liga Europa.

Não refuto que foi um jogo final estranho, com um F.C.Porto estranho, que entrou apático, que nunca, nem depois do golo, conseguiu segurar no jogo e dizer…vamos lá a isto e cilindrar estes tipos.

Tinha previsto que íamos fazer um bom jogo mas a velha máxima de que “as finais não se jogam mas ganham-se” foi escrupulosamente seguida…até demais! AVB reconheceu no fim que não foi a exibição que esperava.

Entrámos nervosos sem conseguir fazer uma circulação de bola em condições. Sentia-se o nervosismo e os adversários resolveram assumir o papel de carraça e pressionavam muito sempre que recebíamos a bola. O Braga entrou como se previa…sem querer jogar e acantonado no seu meio campo a obrigar o F.C.Porto a não jogar (chamar Super Braga a esta equipa roça, no mínimo, o ridículo), a atrasar e lateralizar muito o jogo (tendo, por essa altura mais de 65% de posse de bola e a fazer lembrar o último Real Madrid-Barcelona) sendo obrigado a fazer passes longos nem sempre bem direccionados ou bem recepcionados…Foi uma primeira parte sem grandes ocasiões de golo. O Braga logo a partir do quarto de hora começou a querer a perder tempo nas reposições!! Desconfio que os treinos do Braga para esta final foram, simplesmente, a marcação de penaltis. A estratégia era clara. Segurar, segurar, segurar….

Mas aos 44 minutos,

www.maisfutebol.iol.pt

http://www.gettyimages.pt

www.maisfutebol.iol.pt

Ninguém segura Radamel “El Tigre” Falcao.

Falcao, Falcaaaaao…Tu vais marcar por mim
Serás Dragaooooo…Até ao fiiiiiiiiiim!

Aqui pensei….ok, o Braga vai abrir-se e Hulk e Varela vão fazer miséria naquela defesa…não me podia ter enganado mais. O Braga abriu, é certo, mas nunca o F.C.Porto conseguiu aproveitar um contra ataque…parecia que a bola queimava nos nossos pés e as chuteiras bracarenses atraíam a bola.

O tempo lá foi passando com o Braga a tentar ser feliz e o F.C.Porto a aliviar.

Perdemos claramente a luta do meio campo. Tivemos um Fernando que porventura terá feito um dos piores jogos ao serviço do clube (e nem me estou a lembrar da oferta ao Mossoró), a sentir o peso de uma final e um João Moutinho, que, por obra de Custódio, foi policiado todo o jogo e não se conseguiu soltar. E a equipa ressentiu-se disso.Tal como se ressentiu da ausência de A.Pereira no ataque com a regularidade habitual (Alan fez um bom serviço).

Também pela negativa tivemos Hulk e Varela. O 1.º insistiu nas arrancadas do 1.º ano, pondo os olhos no chão e avançando, avançando, avançando, até ter 4 bracarenses de volta dele a roubar-lhe a bola. Também insistiu na marcação de livres disparatados…Com tão poucas oportunidades de golo esses livres, ainda longe da baliza, não podiam ser atirados directamente (pra bancada!). Já o 17 até que começou bem foi-se apagando, apagando, apagando…Acho que também ambos deixaram os seus laterais muito expostos pois várias foram as vezes que não fizeram a pressão defensiva necessária.

Pela positiva: Hélton, enorme Capitão, enorme Guarda-Redes (defesa fantástica ao lance de Mossoró) e enorme Homem (o lance em que ele diz ao árbitro que não sofreu falta é sublime). Guárin foi o melhor do meio campo e não percebi a sua saída (teria sido melhor ter saído Varela) e o inevitável Falcao com mais um golo importantíssimo.

Mas se é verdade que não explanámos o nosso melhor jogo também não deixa de ser verdade que o Braga mesmo controlando melhor o meio campo (na 2.ª parte) não teve assim tantas oportunidades de golo …foi 1 (Mossoró...já que a do Custódio para mim não é nada)….o resto foram cócegas…já o Porto teve 3 (Hulk, Falcao (golo) e A.Pereira).

E, NO FIM, GANHÁMOS.

www.maisfutebol.iol.pt

www.maisfutebol.iol.pt

www.maisfutebol.iol.pt

http://blogsuperporto.blogspot.com/

PS1: Foi impressão minha ou foi o habitual speaker do Estádio do Dragão que anunciou o golo do Porto?? Com aquela voz, com a forma de o fazer (dizendo o 1.º nome à espera que o público complete) e entoando o "Venceremos Venceremos..." Estaria também lá o speaker do Braga para uma qualquer eventualidade (é o mais certo).

PS2: O que estarão a pensar os Justiceiros da Verdade quando, por culpa e vontade deles, fomos relegados, entre túneis e agressões, para o 3.º lugar do campeonato passado e respectiva Liga Europa?

Mas está visto que esta Taça é nossa!

Tínhamos lá estado pela última vez em 2003…Ganhámos.
Obrigaram-nos a voltar em 2011….Ganhámos.
Tenham lá cuidado com o que desejam que isso pode tornar-se no V/ maior pesadelo.

Engraçado perceber que o F.C.Porto tem tantos troféus europeus no século XXI quanto os tais Justiceiros têm campeonatos nacionais!!!!

COMO É BOM SER PORTISTA

Apesar de se verem alguns adeptos braguistas considerar justa a vitória do F.C.Porto é triste ver, a começar por Domingos, e passando por alguns adeptos, a mesquinhez e mau perder desses indivíduos…enquanto Domingos disse que “o jogo poderia ter sido diferente se o árbitro tivesse expulsado Sapunaru ao minuto 75”, alguns adeptos disseram, simplesmente, sem grandes problemas de consciência que o Braga não ganhou “por questões de arbitragem”…..

Em relação a esse lance só mesmo alguém com o raciocínio toldado pelo clubismo pode dizer que aquilo (um derrube normalíssimo no meio campo e com a equipa do F.C.Porto toda nas suas posições) é amarelo ESQUECENDO-SE, por exemplo, de um lance na 1.ª parte, onde, já não sei em que minuto, Sílvio faz uma entrada, assassina, por trás, a Hulk…..vermelho directo sem qualquer dúvida..mas viu um amarelinho…aí já era o Braga com 10...mas ninguém se lembrou disso!!!! Não digo que Sapu não devesse ter visto amarelo...mas sejamos justos e fale-se de tudo! Também não se lembraram de um contra ataque portista que tinha grandes probabilidades de dar golo...la pro minuto 55/56...estupidamente interrompido pelo árbitro, não dando a lei da vantagem.

Se dos adeptos das manadas que por aí vão pastando não se pode esperar grande coisa porque massa cinzenta na generalidade desses crânios que por aí existem é inexistente, muito me decepciona Domingos… infelizmente esta nossa antiga glória, que muito aprecio, tem tendência, que já não é de agora, de sempre que perde culpar o árbitro (não sei onde foste buscar essa tendência ó Mingos Choramingos…no teu clube do coração não foi de certeza)…acho que no próximo ano, sabendo as cores que vai defender, vai ser uma personagem que vai custar a aturar.

Enxerguem-se…injusta a vitória do Porto???? Uma final, apesar de ser um jogo único, é atingida depois de se jogarem, neste caso, para quem disputa esta competição desde o seu início, 16 jogos…

Pois bem, nesses 16 jogos o F.C.Porto “só” ganhou 13, empatou 1 e perdeu 2. E o “aggregate” de cada eliminatória foi, tão só

Genk 7-2
Rapid Viena 6-1
CSKA Sofia 4-1
Besiktas 4-2
Sevilla 2-2
CSKA de Moscovo 3-1
Spartak de Moscovo 10-3
Villarreal 7-4

Tão só 43 golos marcados, o melhor marcador e 16 sofridos (muitos deles por relaxe ou não “querer meter o pé”)

Já o “Super” (!) Braga, apurado para esta competição por ter sido eliminado da Champions (onde apanhou 6 dos ingleses e 3 de cada vez da enorme potência futebolística de nome Shatktar) conseguiu, sempre que jogou fora não ganhar uma única vez (perdeu com o Lech Poznan, empatou com o Liverpool (a zero) e Dínamo de Kiev (a um, com um auto-golo de um ucraniano) e perdeu com uns marroquinos que jogam num tal de estádio sem luz….fantástico Mingos…fantástico….Super-Braga rules…em casa, ou empataram ou ganharam por 1 golo…um assombro!

Se hoje faltou uma pontinha de sorte ao Braga?? Até nem sou dessa opinião pois, como disse, o F.C. Porto teve mais ocasiões claras (as que o Braga teve estavam sempre em fora-de-jogo). Mas, ainda assim, considere-se que ao Braga faltou sorte….não é de espantar! Certamente essa sorte foi toda gasta nas eliminatórias anteriores!

1 comentário:

P. Ungaro disse...

Boas,

Mais uma vez o caneco é nosso !!!!
Apesar de não ter sido um jogo brilhante fundamentalmente pela atitude super defensiva do braga, conseguimos o mais importante ... mais um titulo europeu para o nosso vastissimo curriculum.

È um prazer enorme ser do FC Porto !!!

Um abraço

http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/